Como tratar cada uma das irritações/lesões:

Lesões BucaisAftas
Quase sempre desaparecem depois de 7 a 10 dias e as erupções recorrentes são as mais comuns. Para um alívio temporário, pode-se aplicar pomadas analgésicas. A lavagem com enxaguantes antissépticos pode ajudar a reduzir a irritação. Às vezes, antibióticos são prescritos para reduzir uma infecção secundária. Após 10 dias não desaparecendo o sintoma, é recomendade procurar um dentista.

Lesões BucaisHerpes Simples
As bolhas geralmente desaparecem em uma semana. Como não existe cura para as infecções herpéticas, as bolhas podem reaparecer em momentos de instabilidade emocional, exposição ao sol, alergias ou febre. Anestésicos tópicos podem proporcionar um alívio temporário. Os medicamentos antivirais, vendidos com receita médica, podem reduzir os sinais e sintomas deste tipo de infecção. Consulte seu médico ou dentista.

Leucoplasia
O tratamento começa com a remoção dos fatores que causam as lesões. Para alguns pacientes isto significa deixar de usar tabaco. Para outros, significa remover as dentaduras mal ajustadas e substituí-las por dentaduras apropriadas. Seu dentista fará o acompanhamento do tratamento, com exames em intervalos de três a seis meses, dependendo do tipo, local e tamanho da lesão.

Lesões bucais são inchaços, manchas ou feridas em sua boca, nos lábios ou na língua. Há vários tipos de feridas e de enfermidades bucais. As mais comuns são as aftas, o herpes simples, a leucoplasia (placa branca) e a candidíase (sapinho).

Lesões BucaisCandidíase
O tratamento consiste em controlar as condições que causam o seu aparecimento. É importante limpar as dentaduras para evitar os problemas causados por elas. Remover as dentaduras antes de dormir também pode ajudar a prevenir esta doença. Se a causa for um antibiótico ou um anticoncepcional oral, a redução da dose oua mudança do tratamento pode ajudar.

Xerostomia
Os adultos estão especialmente sujeitos a apresentar cárie e outros problemas bucais quando sofrem de xerostomia (boca seca), uma doença que é caracterizada pela falta de saliva. A xerostomia pode ser decorrente de uma doença, de medicamentos, da radioterapia e da quimioterapia, e pode ser temporária (dias ou meses) ou permanente, dependendo de suas causas.

Como você avalia esse artigo?

Clique em uma estrela para classificá-la!

Classificação média / 5. Contador

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.