Fratura Dental e Perda Dental

Fratura Dental Zona Sul, Fratura Dental Zona Sul SP, Fratura Dental na Zona Sul, Fratura Dental na Zona Sul SP

FRATURA DENTAL GRAVE

Fratura dental e perda dental em crianças são situações frequentes. As crianças, em função das brincadeiras ousadas que realizam, associadas à sua despreocupação natural com acidentes e as resultantes lesões que estes podem causar, são sempre muito mais suscetíveis às quedas. 

As quedas, por sua vez, aumentam em muito as chances de ocorrência de traumatismos dentais, os quais têm o potencial de gerar graves fraturas e até mesmo perda de dentes..
.
.

Fratura Dental Zona Sul, Fratura Dental Zona Sul SP, Fratura Dental na Zona Sul, Fratura Dental na Zona Sul SP

FRATURA DENTAL MODERADA

Andar de bicicleta, de patins ou de skate, entre tantas outras situações em que as crianças se envolvem, como, por exemplo, esportes e brincadeiras que envolvem contato físico, são atividades que frequentemente ocasionam traumas dentais.

A supervisão de um adulto pode ajudar no sentido de prevenir estes tipos de acidentes.
.

Um período da vida da criança especialmente preocupante é a primeira infância, período compreendido entre de 10 a 24 meses de idade.

Nesta fase, o bebê começa a dar sues primeiros passos e devido à sua coordenação motora deficiente, o risco de trauma dental torna-se ainda maior. Deste modo, a criança torna-se muito mais vulnerável a quedas e, consequentemente, aos traumatismos dentais. Por isso, a prevenção é importante.

Cuidados simples podem evitar muitos acidentes passíveis de resultar em fratura dental ou até mesmo perda dental.

Quando os bebês começam a engatinhar ou a aprender a andar, é recomendável, por exemplo, proteger quinas de móveis, além de evitar que andem de meias ou que pisem sobre o chão molhado ou sobre pisos escorregadios, ainda que calçados com sapatos.

Também deve-se tomar cuidados especiais com escadas e portas. Porém, em qualquer fase da infância é sempre importante a supervisão de um adulto durante as brincadeiras.
.

Fratura Dental – Como agir? 

Em primeiro lugar deve-se avaliar se o acidente gerou cortes e sangramento. Nestes casos, deve-se promover primeiramente a lavagem da região comprometida, após o que compressas de gaze devem ser pressionadas com cautela sobre os ferimentos a fim de conter eventual sangramento.

Em situações de fratura dental, se possível, deve-se localizar e recolher os fragmentos, mantê-los imersos preferencialmente em soro fisiológico e procurar imediatamente o dentista.

Fratura Dental – Tratamento:

Em caso de fratura dental a terapia a ser empregada pelo dentista depende da extensão do dano, ou seja, da quantidade de estrutura dentária perdida.

Quando a  fratura do dente resume-se a uma pequena lasca, apenas um leve desgaste do dente é o único procedimento indicado para regularizar e contornar o dano ocorrido.

Fratura Dental Zona Sul, Fratura Dental Zona Sul SP, Fratura Dental na Zona Sul, Fratura Dental na Zona Sul SP

FRATURA DENTAL LEVE

Em casos de fraturas dentais leves ou moderadas, indica-se uma restauração estética com resina, substância restauradora capaz de imitar perfeitamente a cor do dente natural.

Se a fratura gerar exposição do nervo dental, o tratamento de canal deve ser realizado antes da restauração.
.
.
.

Fratura Dental Zona Sul, Fratura Dental Zona Sul SP, Fratura Dental na Zona Sul, Fratura Dental na Zona Sul SP

FRATURA COM PERDA DA COROA DENTAL

Situações mais graves, quando toda a coroa do dente é perdida, implicam na necessidade de tratamento de canal e instalação de um pino e uma coroa protética para substituir a coroa dentária natural fraturada.

Nos casos em que o fragmento dental é preservado, a colagem do fragmento é indicada.

Uma vez realizada a reabilitação do dente após a fratura dental, nos casos em que o tratamento de canal não foi realizado, deve-se acompanhar o dente clínica e radiograficamente por alguns anos para comprovar sua vitalidade.

Isto porque um trauma mais intenso pode causar um dano irreversível à polpa do dente (nervo dental), o que levará à sua progressiva e completa degeneração (necrose do nervo dental), assim como pode iniciar um processo de reabsorção da raiz do dente (“auto-destruição da raiz dental”), com a progressiva diminuição do comprimento da mesma.

O escurecimento gradativo do dente é sinal evidente da decomposição do nervo dental. Nestas situações, o tratamento de canal deve ser prontamente realizado.

Perda Dental (Queda do dente da boca) – Como agir? 

Fratura Dental Zona Sul, Fratura Dental Zona Sul SP, Fratura Dental na Zona Sul, Fratura Dental na Zona Sul SP

QUEDA DO DENTE DA BOCA

O primeiro passo consiste em agir como no caso da fratura dental, ou seja, logo promover a lavagem dos ferimentos e conter o sangramento exatamente da maneira exposta anteriormente.

Deve-se localizar o dente desprendido da boca, lavá-lo com soro fisiológico em abundância, evitando de todo modo tocar em sua raiz. A seguir, deve-se encaixar o dente de volta à sua posição original na boca da criança, a qual deve morder levemente outra compressa de gaze a fim de manter o dente tão fixo quanto possível, após sua recolocação na cavidade bucal. 

Caso, por uma razão qualquer, não seja possível recolocar o dente em sua posição natural, deve-se imergir o mesmo em soro fisiológico e procurar imediatamente um dentista, pois o dente deve ficar fora da boca o menor tempo possível.

Perda Dental – Tratamento: 

O grau de sucesso da recolocação do dente que desprendeu-se da boca após intenso traumatismo, processo conhecido como re-implante dentário, depende primariamente do tempo em que o dente fica fora de sua posição anatômica na boca e de sob quais condições deu-se sua conservação neste intervalo de tempo. 

Somente dentes permanentes devem ser re-implantados, pois dentes de leite não apresentam resultados satisfatórios após re-implantes. O tratamento a ser realizado pelo dentista consiste, num primeiro momento, na fixação (espécie de “amarração”) do dente permanente em sua correta posição na cavidade bucal. Posteriormente, recomenda-se seu tratamento de seu canal.

Apesar de levadas a termo todos estas medidas profissionais, lamentavelmente, na imensa maioria dos casos, com o passar do tempo o dente passará por transformações degenerativas que resultarão em sua perda à médio prazo. No entanto, é importante que o dente re-implantado permaneça na boca durante certo tempo até que ocorra a definição dos contatos entre os dentes superiores e inferiores, o que denomina-se oclusão dental.

.
Dr. Apeles Lemos

Como você avalia esse artigo?

Clique em uma estrela para classificá-la!

Classificação média / 5. Contador

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar esta postagem.